O hang loose já é comum hoje em dia, mas você já se perguntou como ele surgiu?

O sinal é tão popular que de políticos a esportistas de várias modalidades, todo mundo faz! Imagens: Divulgação

O sinal é tão popular que de políticos a esportistas de várias modalidades, todo mundo faz! Imagens: Divulgação

Nasceu do surf um dos gestos mais usados para posar para as fotos, o hang loose. Na verdade a origem do hang loose é uma das lendas do surf, que você irá descobrir logo mais.

Hang loose significa estar calmo, é um jeito de dizer às pessoas que você está feliz e no controle de determinada situação. Normalmente as pessoas fazem o sinal para dizer que está tudo bem, na paz, tranquilidade acima de tudo.

Há alguns anos, no Brasil, o programa 15 minutos da MTV, criou o mini-hang loose, que  virou febre na época. Todo mundo fazendo o sinal com os três primeiros dedos da mão, assim como Pedro Bial na imagem acima. O que quase ninguém imagina é que o criador (verdadeiro) do hang loose não poderia fazê-lo na versão miniatura.

A lenda ou o fato histórico (depende se você acredita ou não nessa história) conta que antigamente, no Havaí, os reis mais corajosos disputavam as maiores e melhores ondas. Vem daí que o rei Tahito, mais conhecido como Moiheka, viajou do Tahiti até o Havaí surfando todas as ondas que encontrou pelo caminho.

Encontrou o melhor ponto num local chamado Mokaiwa, na ilha de Kauai. Viveu por vários anos nesta ilha e tinha o costume de se arriscar nas altas ondas locais. Enquanto surfava,  saudava a todos que estavam na praia.

Acontece que em uma luta Moiheka perdeu três dedos da mão, sobrando-lhe apenas o polegar e o mínimo, e era com essa mão que ele acenava para as pessoas.

Em forma de retribuição e homenagem, as pessoas passaram a saudá-lo com os três dedos das mãos abaixados, nascendo assim o hang loose.

Aloha!

Termos pesquisados:

  • o que significa hang loose
  • significado de hang loose
  • significado hang loose
  • sinal da Hang loose
  • o q significa hang loose
Share on Facebook

Tags

 
Comentários