Jojo de Olivença é um dos ícones do surf nacional e será homenageado na etapa final do Circuito. Foto: Divulgação

O 17º Torneio A Tribuna de Surf Colegial vai homenagear dois ícones do surf nacional, Jojó de Olivença e Tinguinha Lima, ambos pioneiros que arrebentaram entre as décadas de 70 a 90.

Eles se descaram em campeonatos estaduais e nacionais e alcançaram o topo do surf ao entrarem para a elite mundial nas temporadas da época. Os dois vão receber a menção na terceira e última etapa do Circuito, que será nos dias 17 e 18 de novembro na Praia da Guilhermina, em Praia Grande.

O idealizador do Circuito, Roberto Clemente Santini, disse que o evento tem a missão de mostrar ao jovem que além de ser bom atleta e se dedicar ao esporte, a educação escolar nunca deve ser esquecida: “Essa é a grande mensagem que passamos. Temos três prefeituras apoiando o Circuito e isso mostra a importância dele, esperamos que essa garotada aproveite ao máximo esse campeonato.

Sobre os homenageados

Jojó de Olivença é baiano, mas mora no Guarujá, campeão brasileiro nos anos de 1988 e 92, fez parte da elite do Circuito de Surf Mundial entre os anos de 93 a 98. Após a aposentadoria ele passou a se dedicar ao Projeto Ondas Surf Cidadania, que ajuda crianças e adolescentes a terem uma boa formação tendo o surf como base. Recentemente voltou a competir na categoria Master e vem fazendo bonito, já é bicampeão guarujaense.

Tinguinha Lima nasceu em Jacarezinho, no Paraná, mas também mora no Guarujá, destaque nas competições desde o fim da década de 70, em 78 e 79 foi campeão paulista, em 80 conquistou o primeiro título nacional, o que repetiu depois em 82, 90 e 93. Fez parte da elite mundial do surf no ano de 1994.

O Circuito A Tribuna de Surf Colegial tem a etapa de estreia nos dias 2 e 3 de junho, na Praia do Itacaré, em São Vicente.

Aloha!

Share on Facebook

Notícias Relacionadas

Tags