“O surf não é só um esporte, é uma relação de amor entre o homem e o mar. A sensação de surfar, a ligação que existe naquele momento, é fantástica”.

Essa foi uma declaração aberta, feita a quatro futuros jornalistas ansiosos por fazer um trabalho digno de dar a esse esporte pelo menos um pouco da alegria que ele traz a cidade de Santos e a tantos outros lugares.

O autor dessas palavras não é novo no esporte, são quase 40 anos dedicados ao surf. Surfista nas horas vagas, mas é do esporte que ele sobrevive. Foi o surf que o levou a conhecer o mundo e a criar raízes na Europa.

Ele saiu de terras santistas. Cresceu aqui, como tantos outros meninos cheios de sonhos. Reclamou um pouco de ter caído o número de brasileiros no circuito mundial, porque ele acredita no talento dos brasucas, e com razão.

Temos tantos atletas reconhecidos, não devemos deixar de gostar do que é daqui da nossa terrinha.

No último domingo, Neco Padarats, depois de quase 6 meses parado para cuidar de dores crônicas nas costas, voltou triunfante às ondas, com o vice-campeonato do Maresia Surf International na Praia Mole de Florianópolis chegou a somatória de 4.688 pontos. O feito lhe garantiu a liderança no ranking sul-americano profissional da temporada.

Parabéns Neco, pela conquista! Parabéns ao autor da primeira frase escrita, por transparecer o amor que sente pelo surf e por acreditar e ter fé de que o surf brasileiro pode muito mais!

OBS: O nome do autor não foi dito porque o documentário está sendo produzido e não queremos adiantar muitas coisas… Se Deus quiser, e temos fé que sim, em novembro o documentário estará pronto e publicaremos aqui!

Aloha!

Posts Relacionados:
Share on Facebook