Edgar Groggia - Circuito A Tribuna de Surf Colegial 2014

Edgard Groggia vence categoria Júnior. Foto: Silvia Winiki

Com a segunda e decisiva etapa “em casa”, os surfistas de Guarujá comemoraram quatro títulos no 19º A Tribuna de Surf Colegial 2014, encerrado neste domingo (28), na Praia do Tombo. O Colégio Adélia Camargo Corrêa garantiu a 12ª conquista por equipes, com dois de seus atletas erguendo as taças: Edgard Groggia, na júnior, e Vitor Mendes, com o bicampeonato na mirim.

Os dois atletas venceram as suas finais, para não deixarem dúvidas, sendo que Edgard Groggia entrou para a história do Circuito, com o quarto título, igualando-se a Heitor Pereira, também de Guarujá. Já Magno Pacheco, da Faculdade Don Domênico, manteve a hegemonia no Desafio Tri FM/AntiQueda Universitário pelo terceiro ano, desde que a disputa foi instituída. Na final no Tombo, ficou terceiro com a vitória ficando com Wesley Moraes, também da Don Domênico.

Nas outras duas categorias, os campeões vieram de cidades estreantes no Circuito. Na feminina, Açucena Vaz, da escola Dionísia Veloso, de Ubatuba, foi a única a ter 100% de aproveitamento, repetindo a vitória da etapa inicial, em São Vicente. Na iniciantes, Pedro Dib, do Objetivo, de São Sebastião, foi o número um na soma das duas etapas, ao ser o terceiro colocado e ver o seu conterrâneo, Kauê Germano, da escola Prof.ª Nair Ribeiro de Almeida, ser o melhor nas ondas do Tombo.

“Ficamos felizes em ver grandes nomes do surf brasileiro competindo aqui. Mostra que o objetivo de incentivar os estudos é cumprido. E o grande avanço que tivemos esse ano foi a participação de atletas de São Sebastião, Ubatuba e até Ilha Comprida, ampliando a atuação do evento”, afirmou o diretor técnico do Circuito, Marcos Bukão. “São 19 anos de história, muitos atletas revelados e sempre com grande sucesso”, complementou.

A primeira final do dia foi a do Desafio Tri FM/AntiQueda. Magno saiu na frente, com um 7,33, mas Wesley que já tem dois títulos nas categorias colegiais, garantiu a melhor nota da bateria, 8,17, passando de quarto para primeiro. Gustavo Sanches, da Unisanta, ainda passou para segundo e brigou pela ponta até o último minuto. A diferença entre os três foi de menos de um ponto, com 12,50 para o vencedor, 11,73 para o segundo e 11,56 para o terceiro.

“Esse é um título importante, porque é um campeonato que tem tradição, seriedade e que incentiva os estudos. Dá oportunidade de muitos atletas ganharem bolsas de estudo por causa dos resultados nas ondas”, vibrou Magno, que este ano também foi campeão guarujaense pela terceira vez. O vitorioso na etapa também festejou o resultado. “Foi uma disputa de alto nível. Fiquei bem feliz por encerrar o circuito com vitória”, disse Wesley.

Açuacena Vaz - Circuito A Tribuna de Surf Colegial 2014

Açuacena Vaz fatura categoria Feminina. Foto: Silvia Winiki

Entre as meninas, Açucena venceu com tranquilidade. Enfrentando talentos locais, manteve a ponta durante toda a bateria e não teve o primeiro lugar ameaçado. “Valeu a pena ter vindo de Ubatuba para competir. É um campeonato que destaca quem estuda”, vibrou a campeã, de 16 anos.

Na iniciante, Kauê Germano manteve um ritmo forte desde o começo para faturar a bateria, com Gabriel Ramos, do Tancredo Neves, de Ubatuba, sendo o segundo, e Pedro Dib, o terceiro. “Fiz as contas logo que saí do mar e soube que era campeão. Foi demais”, ressaltou o surfista de 14 anos, afirmando que leva a sério os estudos. “Tenho notas vermelhas, às vezes, mas sempre passo”, comentou. Já o vencedor da etapa afirmou que além de ser bom nas ondas, é estudioso. “Sou bom aluno. Quando não estou surfando, aproveito para estudar”, contou o competidor de 12 anos.

Depois, foi a vez da mirim. Duas vezes vice na iniciante e campeão ano passado na mirim, Vitor abriu a final em grande estilo, assegurando um 8,67. Depois ampliou com um 5,33. Derek Marcio, do Gladston Jaffet, tentou alcança-lo, mas o campeão manteve a vantagem. “Estou bem feliz, porque esse é meu último ano de surf colegial. Estou adiantado na escola e queria encerrar com o título, principalmente para o meu patrocinador, a AntiQueda e foi melhor ainda por ser no meu pico”, destacou o atleta de 16 anos.

QUARTO TÍTULO – Na final júnior, Gabriel André começou na frente, mas logo Edgard assumiu a liderança, pois tinha uma nota 8,33. Guilherme Silva, do Raquel de Castro, de Guarujá, vencedor na etapa inicial, não conseguiu boas ondas, e a disputa ficou mais acirrada com Victor Bernardo, também do Adélia. No final, o próprio Victor fez questão de comemorar com o amigo, carregando-o no ombro, junto com Vitor Mendes.

“Esse título representa muito para mim. Passei dificuldades recentemente. Perdi meus patrocinadores, estava mal até psicologicamente. E esse título mostra que continuo na estrada, para seguir no esporte que escolhi. Surf é o que amo”, falou o surfista de 17 anos, que competiu com uma prancha emprestada. “Também perdi meu patrocinador de pranchas e peguei emprestada do Kauê Silva e deu certo”, revelou o atleta, que também foi bicampeão iniciante, em 2009 e 2010 e campeão mirim em 2011.

Em 19 anos de Circuito, somente outro surfista conseguiu garantir quatro conquistas, o também guarujaense Heitor Pereira, mas sem erguer a taça em todas as categorias – foi bicampeão iniciante em 1998 e 2000, e bi na mirim, em 2001 e 2002. Edgard também igualou o feito do santista Andrew Serrano, até então o único a ter faturado nas três categorias masculinas.

Já na disputa por escolas, o Adélia Camargo Corrêa, que investe significativamente em bolsas de estudo para surfistas que se destacam nas ondas, foi bem superior, garantindo sete atletas nas quatro finais coletivas, com duas vitórias. O Don Domênico, outro colégio que aposta em novos talentos, ajudando-os com bolsas, ficou em segundo, com a Raquel de Castro, da Prefeitura, sendo a melhor escola pública.

Ainda na etapa, a Associação de Surf de Guarujá, recebeu a doação de três pranchas novas Silver Surf. O presidente da entidade, Paulo Gonçalves afirmou que os equipamentos serão entregues a crianças carentes do bairro Santa Cruz, também conhecida como Pouca Farinha, na festa de natal. Quem também marcou presença no pódio foi o surfista Piu Pereira, o homenageado deste ano pelo campeonato, por sua contribuição ao surf.

A homenagem será realizada oficialmente nesta segunda-feira, no Restaurante Okumura, em Santos, com a presença dos campeões da temporada, bem como os patrocinadores. Os resultados completos do evento estão disponíveis no www.triesportes.com.br/surfcolegial.

RANKING FINAL DO 19º A TRIBUNA DE SURF COLEGIAL

 JÚNIOR

1 Edgard Groggia – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá) – 1.900

2 Guilherme Silva – Raquel de Castro Ferreira (Guarujá) – 1.729

3 Victor Bernardo – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá) – 1.710

4 Leonardo Guimarães – Don Domênico (Guarujá) – 1.385

5 Kauê Silva – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá) – 1.121

5 Nathan Kawani – Benedicto Calixto (Itanhaém) – 1.121

ATLETA REVELACÃO – Felipe Momenso – Objetivo (Guarujá)

 MIRIM

1 Vitor Mendes – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá) – 1.900

2 Derek Marcio – Gladston Jafet (Guarujá) – 1.629

3 Kim Matheus – Verde que Te Quero Verde (São Vicente) – 1.400

4 Arthur Germano – Plínio Gonçalves (São Sebastião) – 1.080

5 Luan Kawani – Benedicto Calixto (Itanhaém) – 1.078

6 Renan Pulga – Walkir Vergani (São Sebastião) – 1.005

ATLETA REVELAÇÃO – Lucas Fontes – Margarida Pinto Rodrigues (São Vicente)

 INICIANTE

1 Pedro Dib – Objetivo (São Sebastião) – 1.810

2 Kauê Germano – Prof.ª Nair Ribeiro de Almeida (São Sebastião) – 1.729

3 Gabriel Ramos – Tancredo Neves (Ubatuba) – 1.710

4 Eduardo Motta – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá) – 1.629

5 Marcelo Kuhnen – Vila Tupy (Praia Grande)  – 1.121

5 David Soares – Dr. Esteves da Silva (Ubatuba) – 1.121

ATLETA REVELAÇÃO – Caetano Santana – Carolina Matos (São Vicente)

 FEMININA

1 Açucena Vaz – Dionísia Veloso (Ubatuba) – 2.000

2 Melissa Policarpo – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá) – 1.556

3 Yorrana Serrat – Lupe Picasso (Santos) – 1.400

4 Stephanie Frumelo – Raquel de Castro (Guarujá) -1.385

5 Isadora Parra – Ayrton Senna (Santos) – 1.330

6 Louise Frumento – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá) – 1.260

ATLETA REVELAÇÃO – Stephanie Frumelo – Raquel de Castro (Guarujá)

 DESAFIO TRI FM/ANTIQUEDA UNIVERSITÁRIO

1 Magno Pacheco – Don Domênico (Guarujá) – 1.810

2 Wesley Moraes – Don Domênico (Guarujá) – 1.590

3 Gabriel Martins – Unimonte (Santos) – 1.458

4 Mauri Amaro – Unimes (Santos) – 1.330

5 Douglas Noronha – Unip (Santos) – 1.246

6 Kaipo Gonçalves – Unaerp (Guarujá) – 1.240

ATLETA REVELAÇÃO – Gabriel Martins – Unimonte (Santos)

 ESCOLA CAMPEà– Adélia Camargo Corrêa (Guarujá) – 12º título em 19 anos de Circuito

MELHOR ESCOLA PÚBLICA – EMEF Raquel de Castro (Guarujá)

RESULTADOS DA 2ª ETAPA

JÚNIOR

1 Edgard Groggia – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá)

2 Victor Bernardo – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá)

3 Gabriel André – Gladston Jaffet (Guarujá)

4 Guilherme Silva – Raquel de Castro Ferreira (Guarujá)

5 Leonardo Guimarães – Don Domênico (Guarujá)

6 Kauê Silva – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá)

MIRIM

1 Vitor Mendes – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá)

2 Derek Marcio – Gladston Jafet (Guarujá)

3 Matheus Mariano – Objetivo (Guarujá)

4 Luan Kawani – Benedicto Calixto (Itanhaém)

5 Giovanni Pontes – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá)

6 Kim Matheus – Verde que Te Quero Verde (São Vicente)

INICIANTE

1 Kauê Germano – Prof.ª Nair Ribeiro de Almeida (São Sebastião)

2 Gabriel Ramos – Tancredo Neves (Ubatuba)

3 Pedro Dib – Objetivo (São Sebastião)

4 Eduardo Motta – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá)

5 Gustavo Giovanardi – José Pardin Moura (Praia Grande)

6 Marcelo Kuhnen – Vila Tupy (Praia Grande)

FEMININA

1 Açucena Vaz – Dionísia Veloso (Ubatuba)

2 Melissa Policarpo – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá)

3 Bruna Jettner – Raquel de Castro (Guarujá)

4 Louise Frumento – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá)

5 Stephanie Frumelo – Raquel de Castro (Guarujá)

6 Yorrana Serrat – Lupe Picasso (Santos)

DESAFIO TRI FM/ANTIQUEDA UNIVERSITÁRIO

1 Wesley Moraes – Don Domênico (Guarujá)

2 Gustavo Sanches – Unisanta (Santos)

3 Magno Pacheco – Don Domênico (Guarujá)

4 Gabriel Martins – Unimonte (Santos)

5 Bruno Nascimento – Don Domênico (Guarujá)

6 Douglas Noronha – Unip (Santos)

 ESCOLA VENCEDORA – Adélia Camargo Corrêa (Guarujá)

FONTE: FMA NOTÍCIAS

Aloha!

Share on Facebook

Notícias Relacionadas

Tags