Circuito Santos Surf 2015 - Vinicius Parra

Vinicius Parra é destaque no Circuito Santos Surf 2015 mais uma vez. Foto: Simone Fernandes

Vitorioso em três das quatro finais que disputou nesta quinta-feira (23), duas da etapa inicial, adiadas devido ao mau tempo, e outras duas da 2ª etapa, Vinicius Parra voltou a ser o destaque no Circuito Santos Surf 2015. A competição dupla foi disputada nas ondas do Quebra-Mar e confirmou que a decisão de estender a “janela” de espera pelas melhores condições do mar foi acertada.

Dono da melhor atuação do dia, Vinicius confirmou ser uma das grandes revelações do surf santista. Logo cedo venceu a sua faixa etária, na iniciante (até 14 anos) e foi o segundo na categoria acima, a mirim (limite de 16 anos) ambas valendo pela abertura do campeonato. Na parte da tarde, já pela 2ª etapa do ranking, venceu e convenceu nas duas disputas, garantindo a maior somatória do dia, 14,43 pontos na mirim.

Outros três surfistas também venceram de manhã e de tarde: Luana Salgueirosa, entre as meninas; Gustavo Giovanardi, de Praia Grande, na estreante (sub12); e Roberto Alves (Itanhaém), na petit (10 anos para baixo). Nas outras duas categorias em ação no evento, foram realizadas finais só da 2ª etapa.

Na júnior (no máximo 18 anos), Kim Matheus, de São Vicente, foi o vitorioso, com direito a melhor nota do dia, 8,33, enquanto que na master (35 anos em diante), quem levou o primeiro lugar foi Marcio Costa, o Cinho. Outro destaque foi Yuri Beltrão, que apesar de não ter vencido nenhuma categoria, teve fôlego para enfrentar uma maratona de três finais seguidas, na estreante, iniciante e mirim.

Com patrocínios Atlantis Terminais, Embraport e Mavimar, captados pelo Programa Municipal de Incentivo Fiscal e Apoio ao Esporte (Promifae), da Semes, o Circuito conta com três etapas, todas com um dia de duração e espera pelas melhores ondas, de acordo com as previsões. O foco é voltado para a revelação e formação de novos valores na Cidade. Neste ano, com forma de dar mais abrangência, o evento liberou a participação de surfistas de outras cidades, nas vagas remanescentes, e também conta com a master, como forma de interação dos jovens talentos com os mais experientes.

“Ver essa molecada surfando bem, motiva a gente. Nossa atenção é para a criançada. Estamos vendo uma nova geração de surfistas se formando em Santos e na região e nossa vontade é que decolem de uma vez”, afirmou o presidente da Associação Santos de Surf (ASS), Marcos Andrade.

As finais da 2ª etapa começaram com a categoria feminina e Luana Salgueirosa repetiu o ótimo desempenho feito na parte da manhã. Fez a melhor onda da bateria, com 5,17 pontos, superando rivais fortes, como as ubatubenses Açucena Vaz e Rayara Chaleaux. “Fiquei muito feliz em vencer, ainda mais duas etapas num mesmo dia. Agora é voltar para a última disputa para garantir esse título”, disse a surfista de 18 anos.

Na sequência foi a vez dos caçulas da competição e Roberto Alves surfou como “gente grande”, com direito a uma nota 8,17. “Essa onda foi legal, mas sabia que precisava trocar a outra para ficar tranquilo e deu tudo certo”, disse o surfista de apenas dez anos, que demonstrou muita superioridade diante dos rivais.

Já na estreante, o domínio foi de Gustavo Giovanardi, com um surf bem mais consistente, para superar outras três promessas santistas, Enzo Ranciano, Yuri Beltrão e Noa Portes. Na mirim, Vinicius Parra garantiu uma grande vitória, com 6,83 e 7,6, para marcar 14,43, de 20 possíveis. “Gostei muito da etapa. As ondas abriram todas. O dia foi bom e quero muito garantir os dois títulos. O objetivo é esse”, festejou.

Na master, Marcio Costa teve uma boa disputa com Alexandre Felício. Diego Costacurta, atual bicampeão santista terminou em quarto lugar. Na iniciante, Vinicius Parra voltou a surfar bem, marcando 13,27, tendo um rival forte, Mateus Lima, de Itanhaém. E completando as vitórias Kim Matheus venceu com boa folga, sobretudo pelo 8,33 na sua segunda onda, que lhe garantiu ótima vantagem.

A próxima etapa do Santos Surf 2015 será realizada no período de espera entre 26 de setembro a 4 de outubro. Apesar de aberto para surfistas de outras cidades, serão declarados campeões apenas os surfistas de Santos. Na estreante, iniciante, mirim, júnior e master, os melhores de cada ranking ganharão pranchas Zampol. “Outro benefício é para as categorias petit, estreante, iniciante, mirim e júnior com as vagas na equipe municipal que disputa o Hang Loose Surf Attack com as despesas de inscrição, viagem e hospedagem custeadas pela ASS”, afirmou o vice-presidente da entidade, Fábio Kodama.

O Circuito Santos de Surf 2015 é uma realização da Associação Santos de Surf, em parceria com a Prefeitura/Semes. Patrocínios de Atlantis Terminais, Embraport e Mavimar, com apoios de Zampol Surfboards, Fuwax, Okumura Temakeria, Federação Paulista de Surf, TV Tribuna, Baixada Surf, FMA Notícias, PH3 Propaganda e Marketing e da DFS Gol Business.

RANKING APÓS 2 ETAPAS

JÚNIOR

1 Thomas Mariano – 1.458

2 Ygor Chagas – 1.431

3 Gabriel Pereira – 1.341

4 Mauricio Ávila – 1.062

MIRIM

1 Vinicius Parra – 1.900

2 Yuri Beltrão  – 1.385

3 Vitor Luiz – 1.287

4 João Klan – 1.260

INICIANTE

1 Vinicius Parra – 2.000

2 Mateus Lima (Itanhaém) – 1.800

3 Yuri Beltrão – 1.620

4 Daniel Ferlin – 1.312

ESTREANTE

1 Gustavo Giovanardi (Praia Grande) – 2.000

2 Enzo Ranciaro – 1.710

2 Yuri Beltrão – 1.710

4 Noa Portes – 1.260

PETIT

1 Roberto Alves (Itanhaém) – 2.000

2 Kauê Ribeiro (Praia Grande) – 1.800

3 Mirella Beltrão – 1.539

4 Daniel Duarte (Bertioga) – 1.385

FEMININA

1 Luana Salgueirosa – 2.000

2 Isadora Parra – 1.556

3 Açucena Vaz (Ubatuba) – 900

4 Vitoria Reis – 810

4 Raiara Chaleaux (Ubatuba) – 810

MASTER

1 Diego Costacurta – 1.729

2 Hendel Alexandre – 1.539

3 Cristian Vespa – 1.312

3 Marcos Matsubara – 1.312

(FMA Notícias)

Aloha!

Share on Facebook

Notícias Relacionadas

Tags