Exposição acontece de sexta (19 de junho) à domingo (21 de junho)

Dia Internacional do Surf Exposição Pranchas Praiamar Shopping Santos

A cidade onde o surf brasileiro “nasceu” não poderia ficar de fora das homenagens ao Dia Internacional do Surf. Com exposição de pranchas históricas no Praiamar Shopping, no bairro da Aparecida, em Santos, a Sthill participa da celebração da data. Aberto ao público no andar térreo, de sexta-feira a domingo, o Museu do Surf terá diversas pranchas, incluindo a usada por Gabriel Medina na emblemática vitória de Teahupoo, no caminho ao inédito título mundial no ano passado. A iniciativa da Sthill e Praiamar Shopping tem o apoio da Associação Santos de Surf e da Prefeitura Municipal, através da Secretária de Esportes.

“Nossa ideia é mostrar à sociedade um pouco da cultura do surf, um esporte que conquista cada vez mais adeptos, ganha ídolos, está totalmente ligado à qualidade de vida, meio ambiente, e conhecido por seu estilo de vida”, diz Mario Moreira, diretor da Sthill. “O surf brasileiro está em alta hoje com o título mundial, a liderança do Circuito, os atletas do Brasil tendo conquistas importantes pelo mundo e isso reflete nos jovens”, acrescenta.

Celebrado todo dia 20 de junho, o Dia Internacional do Surf (DIS) foi criado em 2004 pela Surfrider Foundation e pela Surfing Magazine, com a proposta de unir os surfistas em prol da defesa dos oceanos, a criação de uma consciência ambiental e difundir a cultura e o estilo de vida do surf. Com o apoio da International Surfing Association, a edição 2015 será realizada em mais de 30 países com o slogan “Protect and Enjoy” (proteja e desfrute), destacando o espírito e a cultura do surf, com ações de limpezas de praias, mobilizações em defesa do meio ambiente, promovidas por surfistas e simpatizantes do esporte.

A gerente de marketing do Praiamar Shopping, Josiane Tupinambá, destacou a importância do evento. “Sabemos que o surf faz parte da cultura santista e, por isso, estamos muito felizes em firmar essa parceria com a Sthill. Temos certeza de que os nossos clientes irão apreciar mais esta exposição”, comenta.

Além da prancha do ídolo Gabriel Medina, estarão expostos “foguetes” históricos como o de Neco Padaratz, na vitória em Huntington Beach, de Binho Nunes, ao vencer o WQS em Ubatuba, e de Adriano de Souza, o Mineirinho (atual líder do Circuito Mundial), quando foi o vitorioso no Hang Loose. “Também uma prancha de Igor Cavalera, além das históricas de todas as décadas desde os anos 30 até 2015”, explica o historiador e responsável pelo Museu do Surf, Diniz Iozzi, o Pardhal.

Junto às pranchas, monitores explicarão um pouco mais sobre o esporte. Nomes que tem história na modalidade, como Homero Naldinho e Carlinhos “Twin” Argento. “Em Santos, onde nasceu o surf do Brasil, a exposição do museu do surf celebra a data, cultuando a vida na praia e a história desse estilo de vida que virou um dos esportes mais praticados ao redor do mundo”, acrescenta Pardhal.

“Acredito que o tema central dessa exposição, além de apresentar o estilo de vida surf e o crescimento do esporte, é criar uma conscientização nas pessoas de como se comportar na praia. Também será um evento para unir a comunidade do surf e, sobretudo, inspirar o público jovem”, afirma o presidente da Associação Santos de Surf, Marcos Andrade.

Vale destacar que foi em Santos que o surf brasileiro pegou suas primeiras ondas, ainda no final dos anos 30, na Praia do Gonzaga. Quatro nomes são destacados: os irmãos Thomas e Margot Rittscher, Osmar Gonçalves e João Roberto Hafers, o Juá, que inspirados numa matéria da revista norte-americana “Popular Mechanics” construíram a primeira prancha, feita de madeira (pesava 80 quilos), conhecida na época como “tábua” de surf.

Em Santos também nasceu um dos maiores ícones do surf brasileiro, Picuruta Salazar, maior vitorioso em campeonatos da modalidade. Foi campeão mundial do ISA Games em 1998, em Portugal, e duas vezes vice mundial profissional nos pranchões. Seu filho, Leco Salazar, é outro orgulho da Cidade sobre as pranchas, sendo campeão mundial de Stand Up Paddle Wave, em 2012.

A Exposição Museu do Surf, comemorando o Dia Internacional do Surf, é uma realização da Sthill, em parceria com o Praiamar Shopping, com apoios da Prefeitura de Santos, através da Secretaria de Esportes/Semes, e Associação Santos de Surf. Na sexta-feira e sábado, o shopping estará aberto das 10 às 22h e no domingo, das 11 às 22h. Fica na Rua Alexandre Martins, 80, no bairro da Aparecida.

Aloha!

(FMA Notícias)

Share on Facebook

Notícias Relacionadas

Tags