Filipe Toledo Interferencia Rio Pro 2017

Filipe Toledo é punido após interferência e revolta com juízes

Após se revoltar contra os juízas na bateria em que foi eliminado do WSL Rio Pro 2017, Filipe Toledo foi punido pela WSL e não poderá disputar a etapa de Fiji do Circuito Mundial de Surf de 2017.

Na primeira onda da bateria que disputava contra o americano Kanoa Igarashi, Filipe Toledo acabou cometendo uma interferência, o que fez com que sua segunda nota fosse cortada na metade de seu valor. Com isso, Filipinho não conseguiu superar o americano e foi eliminado da etapa brasileira do Circuito Mundial da WSL 2017.

No momento, Filipinho já perdeu a cabeça e socou a água, revoltado. Mas ainda ficaria pior. Ao fim da bateria, com a derrota e eliminação amargurados, Filipe Toledo jogou a prancha no chão e foi direto na área dos juízes.

“Toda hora é isso” dizia revoltado, enquanto era contido pelos seguranças.

Comissário da WSL, o brasileiro Renato Hickel explicou a punição.

Em um comunicado oficial divulgado pela WSL, Filipinho pediu desculpas e se disse envergonhado pelo comportamento.

“Sou um cara apaixonado e o surfe é minha vida. Após a interferência, fiquei desapontado e perdi a cabeça. Estou realmente envergonhado com meu comportamento. Quero me desculpar com fãs, patrocinadores, imprensa e WSL. Aceito a suspensão”.

Aloha!

Share on Facebook

Notícias Relacionadas

Tags