Hang Loose Surf Atack 2016 - Rodrigo Saldanha

Hang Loose Surf Atack 2016 – Rodrigo Saldanha. Foto: Munir El Hage

Um forte temporal, com ventania, adiou as fases decisivas das categorias júnior, mirim e iniciante na etapa inicial do Hang Loose Surf Attack neste domingo (21), em Santos. A competição começou logo cedo com ondas pequenas no Quebra-Mar e, inclusive, teve duas decisões, mas os ventos e a chuva obrigaram os organizadores a interromperem as disputas, por segurança. Assim, as baterias não realizadas neste domingo foram transferidas para a véspera da 2ª etapa, marcada para os dias 3 e 4 de setembro, em Guarujá.

Antes do tempo fechar, foram conhecidos os dois primeiros vencedores do Circuito, nas categorias menores. E mostrando como o surf vem ganhando cada vez mais adeptos, duas promessas que moram na capital, saíram na frente. Na petit, Ryan Kainalo, que compete por Ubatuba, foi o primeiro colocado, abrindo caminho para o bicampeonato estadual entre os caçulas de até 10 anos. Na estreante, para os atletas com limite de 12 anos, Rodrigo Saldanha, da equipe de São Sebastião garantiu a sua primeira vitória no campeonato mais tradicional do País e o principal ao se falar em categorias de base.

O domingo começou com mar pequeno e a final da petit. Ryan Kainalo, que já tinha se destacado no sábado, não deu chances aos rivais. Logo em sua terceira onda, garantiu uma nota sete e na sexta apresentação, liquidou o resultado com um oito após aproveitar bem a direita. O placar final foi de 15 pontos contra 11,50 do segundo colocado, Murilo Coura, representando Guarujá.

Para ter uma ideia da superioridade de Ryan, com as duas notas que descartou (não foram somadas), teria 13 pontos, suficientes para ser o primeiro colocado. Com a vitória definida, a disputa ficou pelo segundo lugar, com Guilherme Fernandes, de Ubatuba, terminando em terceiro, bem próximo de Murilo. Em quarto lugar ficou David Jihad, de Itanhaém. “Achei ondas de qualidade e consegui surfar bem. É muito bom competir com os amigos. Esse é meu último ano de petit e quero garantir o título novamente”, afirmou Ryan, que incentivado pelo pai, o experiente surfista Alex Miranda, já viajou para o Havaí nada menos que oito vezes.

ANIVERSÁRIO – Na sequência, foi a vez da estreante e novamente um surfista da capital fez a diferença. Rodrigo Saldanha comemorou a vitória em pleno dia do aniversário. A disputa principal foi com Caio Costa, de São Sebastião, com a vitória por apenas um décimo – 10.25 a 10,15. “Foi o melhor presente”, festejou sobre a sua primeira vitória no Hang Loose Surf Attack. “Mas foi a quinta final. Estou bem feliz”, destacou.

“Muito bom estar perto dos amigos, competir, vencer e ainda dando retorno para o meu novo patrocinador, a Guaraná Antarctica, que fechei essa semana”, vibrou. O catarinense Leo Casal foi o terceiro, seguido de Roberto Alves, de Itanhaém.

Logo depois das finais, entraram no mar os surfistas da júnior (no máximo 18 anos) e até a organização decidir paralisar a competição, foram realizadas seis das oito baterias da Fase 2. Novamente, o catarinense Lucas Vicente teve a melhor atuação. No sábado, ele já tinha se destacado, somando 17 de 20 pontos possíveis, com a maior nota, um 9,25. Outra boa performance foi de Pedro Dib, de São Sebastião. Também merece menção o argentino Nacho Gundensen, que se adaptou bem às ondas do Quebra-Mar.

Além das disputas do mar, o evento contou com atrações junto ao palanque, com diversas brincadeiras e gincanas de cunho ecológico. A Federação Paulista de Surf divulgará se a próxima etapa inicia na sexta-feira (2) ou sábado. Nesse segundo caso, terminando na segunda-feira (5). Para acompanhar os resultados desta etapa inicial, há o link hangloose.com.br/surfattack2016/.

O Hang Loose Surf Attack tem a organização da Federação Paulista de Surf, com patrocínios de Overboard Action Sports Store, Hot Water, Super Tubes, Surftrip, Sthill Wet Land e Sunpeak Surf. Apoios de Rhyno Foam, CT Wax, Waves, FMA Notícias, DFS Gol Business e Governo do Estado de São Paulo. Colaboração das prefeituras de Santos, Guarujá, São Sebastião e Ubatuba, Associação Santos de Surf, Associação de Surf de Guarujá, Associação de Surf de São Sebastião e Associação Ubatuba de Surf.

 

RESULTADOS DA 1ª ETAPA

PETIT (ATÉ 10 ANOS)

1 Ryan Kainalo – Ubatuba

2 Murilo Coura – Guarujá

3 Guilherme Fernandes – Ubatuba

4 David Jihad – Itanhaém

ESTREANTE (ATÉ 12 ANOS)

1 Rodrigo Saldanha – São Sebastião

2 Caio Costa – São Sebastião

3 Leo Casal – SC

4 Roberto Alves – Itanhaém

(FMA Notícias)

Share on Facebook

Notícias Relacionadas

Tags