Kelly Slater vai ter que prestar depoimento à justiça por causa do nome da marca que ele criou. Foto: Divulgação ASP

O Circuito Mundial está “pegando fogo”, com quatro atletas na disputa pelo título de 2012 e um deles, o onze vezes campeão mundial Kelly Slater, foi convocado para prestar depoimento em um tribunal na Califórnia.

Isso porque a World Marketing Inc., proprietária da marca Visitor, está alegando que Slater está violando a lei de patentes ao se referir à marca criada por ele, VSTR, como Visitor, já que a sigla tem as mesmas consoantes da marca concorrente.

A sigla da marca de Slater, VSTR, significa Visiting, Surfing, Traveling, Responsibility, e foi criada em janeiro deste ano, embaixo do guarda-chuva da Quiksilver, empresa que patrocina o atleta. Em março, a World Marketing enviou a Slater uma carta e a resposta da VSTR foi de que a marca se pronuncia dizendo cada letra individualmente e não visitor, como estavam dizendo.

A World Marketing entrou com uma ação no dia 14 de novembro, mas Slater disse que não poderia comparecer por causa das competições no Havaí, onde se encontra o atleta.

Kelly Slater volta à água na última etapa do Circuiito Mundial de Surf, a terceira da Tríplice Coroa Havaiana, que rola a partir de 8 de dezembro, em Pipeline, no Havaí. Ele é o segundo colocado no ranking mundial e pode ser campeão pela 12ª vez se Joel Parkinson tropeçar.

Aloha!

Share on Facebook

Notícias Relacionadas

Tags