WSL QS Autralia Open 2015 Kolohe Andino

Kolohe Andino brilhando em Manly Beach (Foto: Matt Dunbar / WSL)

O norte-americano Kolohe Andino, 20 anos, é a sensação da World Surf League neste início de temporada. Ele já começou 2015 vencendo o WSL QS 1000 em casa na final com o brasileiro Ian Gouveia em Huntington Beach, na Califórnia. Agora, conquista o título do primeiro QS 6000 do ano na Austrália para ratificar a liderança no ranking do WSL Qualifying Series que garante os dez primeiros colocados no grupo dos top-34 que participa da disputa do título mundial no WCT.  A decisão do Hurley Australian Open of Surfing em Sydney foi contra o taitiano Mateia Hiquily, que começou a se destacar quando barrou o tricampeão mundial Mick Fanning nas oitavas de final. Os brasileiros Jessé Mendes e Michael Rodrigues ficaram nas quartas de final que abriram o domingo e dividiram o quinto lugar em Manly Beach, passando a figurar no G-10 do QS junto com Ian Gouveia. Já a final feminina foi australiana e Laura Enever ganhou da vice-campeã mundial Tyler Wright.

O paulista Jessé Mendes foi o primeiro a se apresentar, mas o australiano Ryan Callinan achou as melhores ondas que entraram na bateria para vencer por 16,66 a 13,27 pontos. O cearense Michael Rodrigues entrou na última quarta de final e também não conseguiu duas notas consistentes na primeira participação do líder Kolohe Andino nas boas ondas de 3-4 pés do domingo de praia lotada em Manly Beach. O americano ganhou essa com boa vantagem de 14,33 a 9,67 pontos, mas passou um sufoco para vencer o australiano Stu Kennedy nas semifinais por 13,60 a 13,46. Foi logo depois de Mateia Hiquily estabelecer um novo recorde de 17,63 pontos na briga pela primeira vaga na grande final com Ryan Callinan.

Mas, na decisão do título o taitiano não repetiu esse desempenho, enquanto Kolohe Andino achou boas ondas e acertou todas as manobras que arriscou para somar notas 9,73 e 7,33 na vitória por 17,06 a 10,13 pontos. Além dos 6.000 pontos no ranking, o californiano faturou 25 mil dólares de prêmio, com Mateia Hiquily ficando com 12 mil dólares e 4.500 pontos que o levaram direto para o segundo lugar no ranking em sua estreia na temporada 2015. Dos brasileiros no G-10, Jessé Mendes é o quinto colocado, seguido por Ian Gouveia em sexto e Michael Rodrigues divide a sétima posição com o havaiano Fredrick Patacchia, após as quatro etapas completadas em Sydney.

DECISÃO AUSTRALIANA – No WSL QS 6000 feminino, a vencedora na decisão australiana do Hurley Australian Open of Surfing foi Laura Enever, batendo a vice-campeã mundial Tyler Wright por 14,77 a 13,94 pontos. Mas a líder no ranking é a havaiana Tatiana Weston-Webb, uma das novidades da elite do WCT este ano e que perdeu por menos de um ponto para a campeã nas semifinais, 13,16 a 13,07 pontos.

Com o título em Sydney, Laura Enever agora divide a segunda posição com a ex-líder, Mahina Maeda, do Havaí, que começou o ano com vitória no QS 6000 da China. Apenas quatro sul-americanas competiram na Austrália e só a equatoriana Dominic Barona conseguiu passar uma bateria em Manly Beach, terminando em 17.o lugar no evento. Ela divide o quinquagésimo lugar no ranking com mais quatro surfistas que também perderam nessa fase em Sydney.

PRÓXIMAS ETAPAS – A “perna australiana” da World Surf League parte agora para o tradicional Festival de Newcastle realizado em homenagem ao tetracampeão mundial Mark Richards, com o Burton Automotive Pro promovendo a segunda etapa masculina do QS 6000 esse ano, junto com uma feminina do QS 1000 a partir desta segunda-feira nas ondas de Merewether Beach. Esta é a última etapa do WSL Qualifying Series na Austrália e a próxima para os homens será na América do Sul, com o QS 1500 Rip Curl Pro Argentina abrindo o calendário do WSL South America Surf Series 2015 do dia 31 de março a 5 de abril na Playa Grande de Mar del Plata.

RESULTADOS DO DOMINGO FINAL DO WSL QS 6000 HURLEY AUSTRALIAN OPEN OF SURFING:

Campeão: Kolohe Andino (EUA) por 17,06 (notas 9,73+7,33) – US$ 25.000 e 6.000 pontos

Vice-campeão: Mateia Hiquily (TAH) com 10,13 (5,13+5,00) – US$ 12.000 e 4.500 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com US$ 5.500 e 3.550 pontos:

1.a: Mateia Hiquily (TAH) 17.63 x 15.70 Ryan Callinan (AUS)

2.a: Kolohe Andino (EUA) 13.60 x 13.46 Stu Kennedy (AUS)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 3.000 e 2.650 pontos:

1.a: Mateia Hiquily (TAH) 14.83 x 7.66 Jonathan Gonzalez (CNY)

2.a: Ryan Callinan (AUS) 16.66 x 13.27 Jessé Mendes (BRA)

3.a: Stu Kennedy (AUS) 17.43 x 13.23 Fredrick Patacchia (HAV)

4.a: Kolohe Andino (EUA) 14.33 x 9.67 Michael Rodrigues (BRA)

FINAL FEMININA DO QS 6000 HURLEY AUSTRALIAN OPEN OF SURFING:

Campeã: Laura Enever (AUS) por 14,77 (notas 7,77+7,00) – US$ 8.000 e 6.000 pontos

Vice-campeã: Tyler Wright (AUS) com 13,94 (7,77+6,17) – US$ 4.000 e 4.500 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com US$ 1.900 e 3.550 pontos:

1.a: Laura Enever (AUS) 13.16 x 13.07 Tatiana Weston-Webb (HAV)

2.a: Tyler Wright (AUS) 12.93 x 11.60 Nikki Van Dijk (AUS)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 1.150 e 2.650 pontos:

1.a: Tatiana Weston-Webb (HAV) 15.60 x 13.77 Malia Manuel (HAV)

2.a: Laura Enever (AUS) 15.33 x 7.34 Georgia Fish (AUS)

3.a: Tyler Wright (AUS) 13.83 x 13.50 Bronte Macaulay (AUS)

4.a: Nikki Van Dijk (AUS) 16.87 x 16.60 Sage Erickson (EUA)

G-10 DO RANKING DO WSL QUALIFYING SERIES 2015 – 4 etapas:

1.o: Kolohe Andino (EUA) – 8.260 pontos

2.o: Mateia Hiquily (TAH) – 4.500

3.o: Stu Kennedy (AUS) – 3.945

4.o: Ryan Callinan (AUS) – 3.550

5.o: Jessé Mendes (BRA) – 3.250

6.o: Ian Gouveia (BRA) – 3.140

7.o: Fredrick Patacchia (HAV) – 3.010

7.o: Michael Rodrigues (BRA) – 3.010

9.o: John John Florence (HAV) – 3.000

10.o: Mason Ho (HAV) – 2.900

———-próximos sul-americanos até 100:

16: Jean da Silva (BRA) – 1.660 pontos

19: Alejo Muniz (BRA) – 1.550

25: Luel Felipe (BRA) – 1.380

29: Hizunomê Bettero (BRA) – 1.250

39: Deivid Silva (BRA) – 1.010

41: Wiggolly Dantas (BRA) – 1.000

63: Alan Donato (BRA) – 760

66: Marco Giorgi (URU) – 730

66: Miguel Tudela (PER) – 730

69: Tomas Hermes (BRA) – 700

69: Caio Ibelli (BRA) – 700

69: Santiago Muniz (ARG) – 700

69: David do Carmo (BRA) – 700

69: Caetano Vargas (BRA) – 700

76: Lucas Silveira (BRA) – 675

81: Pedro Henrique (BRA) – 610

96: Halley Batista (BRA) – 550

PRÓXIMAS ETAPAS DO WSL QUALIFYING SERIES PREVISTAS NO PRIMEIRO SEMESTRE:

5.a: Fev 16-22 – QS 6.000 Burton Automotive Pro em Merewether Beach, Newcastle (AUS)

6.a: Mar 31-05 – QS 1.500 Rip Curl Pro Argentina em Playa Grande, Mar del Plata (ARG)

7.a: Abr 08-12 – QS 1.000 a confirmar: Papara Surf Festival em Papara no Taiti

8.a: Abr 21-25 – QS 3.000 Martinique Surf Pro em Basse Point, Ilha Martinica, Caribe (FRA)

9.a: Abr 28-02 – QS 10.000 Lowers Pro em Lower Trestles, San Clemente, Califórnia (EUA)

10: Mai 04-10 – QS 10.000 Quiksilver Saquarema Prime na Praia de Itaúna, Saquarema-RJ (BRA)

11: Jun 15-21 – QS 6.000 Los Cabos Open of Surf em Zippers Beach, San Jose del Cabo (MEX)

12: Jun 29-05 – QS 10.000 a confirmar Ballito Pro em Willard´s Beach, Ballito, KwaZulu-Natal (AFR)

G-6 DO WSL QUALIFYING SERIES FEMININO – 3 etapas:

1.a: Tatiana Weston-Webb (HAV) – 7.100 pontos

2.a: Laura Enever (AUS) – 6.700

2.a: Mahina Maeda (HAV) – 6.700

4.a: Bronte Macaulay (AUS) – 6.050

5.a: Paige Hareb (NZL) – 5.550

6.a: Nikki Van Dijk (AUS) – 4.600

————-sul-americanas no ranking:

50: Dominic Barona (EQU) – 1.050 pontos

66: Anali Gomez (PER) – 650

87: Carol Henrique (BRA-PRT) – 385

87: Karol Ribeiro (BRA) – 385

PRÓXIMAS ETAPAS DO WSL QS FEMININO PREVISTAS NO PRIMEIRO SEMESTRE:

4.a: Fev 18-22 – QS 1.000 Burton Automotive Pro em Merewether Beach, Newcastle (AUS)

5.a: Mar 16-27 – QS 1.000 Surf n Sea Pipeline Por em Banzai Pipeline, Oahu (HAV)

6.a: Mar 26-29 – QS 6.000 Port Taranaki Pro NZ Home Loans Surf Festival em Fitzroy Beach (NZL)

7.a: Jun 15-21 – QS 6.000 Los Cabos Open of Surf em Zippers Beach, San Jose del Cabo (MEX)

Por: João Carvalho – Assessoria de Imprensa da WSL South America

Aloha!

Termos pesquisados:

  • wqs 2015
Share on Facebook

Notícias Relacionadas

Tags