Chegou o fim de 2010, um ano que o Mundo do Surf com certeza jamais esquecerá, de dados históricos a tragédias, esse ano teve de tudo!
E para comemorar a vinda de 2011, ano em que o Brasil contará com cinco atletas na elite do surf, vamos relembrar aqui rapidinho os fatos que transformaram 2010 em um ano inesquecível.
Janeiro à Já em Janeiro o surf brasileiro veio brilhar para o mundo, aos 16 anos, o paulista Gabriel Medina tornou-se Campeão Mundial Junior Sub-18.
– Também foi quando conhecemos uma grande promessa do surf, Vinicius Leme.
Fevereiro à Raoni Monteiro chega à final da etapa do WQS em Ferrnando de Noronha.
– Santos recebe a Mineirinho no Teatro Guarani para uma edição mais do que especial do CineSurf.
Março à Mineirinho e Silvana Lima estão entre os Top 5 do Ranking Mundial. No Dia Internacional das Mulheres, o SurfinSantos apresenta uma das mais pioneiras brasileiras no esporte, Carla Canepa.
Kelly Slater é tetra no Bells Beach Pro e começa a mostrar que o ano seria dele mais uma vez.
– O surf é reconhecido pelo Estado de São Paulo como um benefício a saúde e Santos ganha prêmio pelo Surf Social.
Willian Cardoso vence a etapa do WQS de Saquarema e entra para a lista dos que poderiam disputar o WCT de 2011.
Junho à Acontece em São Vicente o primeiro SUP Cross Amerad do Brasil, competição exclusiva para a modalidade Stand Up.
Junior Faria é campeão da etapa WQS de Santa Marta, em Santa Catarina.
Julho à Jordy Smith vence em casa e assume a liderança do Ranking Mundial, tornando-se a maior ameaça para Slater conseguir o Decacampeonato.
– Filipe Toledo se destaca da molecada e leva a primeira etapa brasileira do King of the Groms 2010.
Agosto à O carioca Guilherme Tâmega vence uma etapa do Mundial de Bodyboarding e se aproxima do sétimo título da carreira.
Setembro à Santos recebe o Festival Ecovias Earthwave, os surfistas bem que tentaram, mas não conseguiram quebrar mais um recorde de maior número de atletas em uma só onda.
Andy Irons vence etapa WCT do Taiti e diz que quer voltar a ser campeão mundial em 2011.
Slater vence em Trestles e chega muito próximo de levar o décimo título mundial da carreira.
– São divulgadas as primeiras imagens de Taiu, o primeiro tetraplégico que se tem notícias que voltou a surfar, em uma prancha adaptada.
Outubro à Bruno Vaz é campeão do Jungle Beach ABC 2010.
Slater vence mais uma etapa do WCT, dessa vez em Portugal e praticamente coloca uma mão na taça.
Novembro à O mês começa triste para o Surf, o surfista Andy Irons morre precocemente e dá adeus a uma brilhante carreira. O surf fica de luto pela perda de um atleta que se destacou nos últimos anos e que havia voltado para o esporte depois de um ano parado.
– Kelly Slater bate o brasileiro Mineirinho nas quartas de final do Rip Curl Search e se consagra como o primeiro surfista a ser Dez Vezes Campeão Mundial e o segundo atleta do mundo a vencer uma modalidade esportiva dez vezes.
Começa a Tríplice Coroa Havaiana e Joel Parkinson vence a primeira etapa, seguindo rumo ao tricampeonato seguido.
Victor Ribas é o campeão do Surf Máster no Rio de Janeiro.
Dezembro à Raoni Monteiro vence a 2ª etapa da Tríplice Coroa Havaiana e quebra um jejum brasileiro de quase 20 anos.
– Matheus Toledo é o Campeão Paulista de 2010.
Jean da Silva leva o Circuito Brasileiro e entra para o WQS de 2011.
– No Mundial de Bodyboarding o Brasil também passa a contar com cinco atletas na elite da modalidade.
Jeremy Flores leva a última etapa da Tríplice Coroa, mas quem leva o título, pela terceira vez consecutiva é Joel Parquinson!
Agora é esperar para que 2011 seja um ano ainda melhor para o Surf e para todos nós!
O SurfinSantos deseja o melhor Aloha para todos os surfistas e blogueiros de plantão, que acompanham nosso trabalho e adoram as novidades do surf!
Até 2011!
Aloha!
Share on Facebook