Circuito Guarujaense de Surf 2016 - Julia Santos

Circuito Guarujaense de Surf 2016 – Julia Santos. Foto: Silvia Winik

As meninas disputam apenas uma das nove categorias e, mesmo assim, o grande destaque foi delas na abertura do Rip Curl Guarujaense de Surf, encerrado neste domingo (7), na Praia de Pitangueiras. Atual campeã, Júlia Santos, representando Santos, garantiu a maior nota do evento, um 9,17, surfando sempre no critério, numa disputa acirrada contra a brasileira radicada na Indonésia, Raiana Iguchi, outro grande nome da etapa.

Entre os homens, quem chamou a atenção foi Luiz Diniz, com a vitória no SUP Wave, com a maior somatória, 17,40 pontos, de 20 possíveis, com duas notas excelentes, 9 e 8,40, e superando o campeão mundial da categoria, Leco Salazar, mais um talento de Santos. Os dois fizeram duas finais no dia, com o Leco levando na longboard e Luiz sendo o quarto na open, categoria vencida por Carlos Eduardo, o Inhonho, também com grande performance nas ondas.

Na júnior, Matheus Mariano defendeu o título de 2015 com a vitória, enquanto que na mirim, o primeiro colocado foi Luan Hanada. Na iniciante, Gustavo Giovanardi, de Praia Grande, manteve a sequência de vitórias (ano passado levou as três categorias da estreante). Já na estreante, dobradinha santista, com Yuri Beltrão e Renan Rodrigues. E entre os masters, Tekinho do Tombo foi o primeiro colocado.

“Novamente tivemos uma competição de alto nível, com disputas muito boas e cumprimos o compromisso de revelar e incentivar o surgimento de novos valores da modalidade, que agora ganhou ainda mais importância com a inclusão na Olimpíada”, festejou Fernando Gonzalez, do marketing da Rip Curl. Além das boas disputas nas ondas, o evento contou com atrações na areia, como a distribuição de mudas nativas e ativação da Ocean Travel, que junto com a Qatar Airways, é responsável pela premiação especial ao supercampeão do Circuito, uma passagem aérea para a Indonésia.

Na primeira final do dia, Yuri Beltrão teve uma boa disputa contra o seu conterrâneo Renan Rodrigues. Arthur Goulart, de apenas 10 anos, e Rian Araújo, de nove, completaram o pódio. “É muito bom começar na frente. Este é um campeonato importante e fico mais animado”, disse Yuri, de 12 anos.

Na iniciante, Gustavo Giovanardi teve uma disputa boa com Juquinha Júnior. Derek Matos foi o terceiro e Diego Oliveira ficou em quarto. “Moro em Praia Grande, mas estou me sentindo em casa. Obrigado pela torcida”, comentou o atleta de 13 anos.

Depois foi a vez das meninas, ue  voltaram a mostrar grandes apresentações. Com uma batida, uma rasgada, terminando com outra batida, Júlia garantiu um 9,17. Raiana tirou um 7,17. Louisie Frumento, talento local, ficou em terceiro, com Erica Lima em quarto. “Estava perdendo a bateria, não consegui pegar uma onda boa nos primeiros 15 minutos. Senti que foi Deus. Pedi e Ele mandou uma onda e soube surfar. Foi a primeira vez que fiz um 9,17. Vai ficar na memória”, confessou a atleta de 20 anos, confiante no bicampeonato do Rip Curl Guarujaense.

O alto nível foi mantido na mirim, com a vitória de Luan Hanada, superando Junior Siqueira, Victor Hugo e Tarcísio Souza. “Treinei a semana inteira aqui e consegui pegar boas ondas”, destacou o atleta de 14 anos.

Na sequência da nova geração veio o longboard e com tradição na família, Leco surfou muito bem, superando o experiente Jaime Viúdes. Daniel Farias foi o terceiro e Luan Xavier ficou em quarto. “Não é um campeonato fácil. Nível altíssimo com Jaime, Amaro Matos. Atletas que sempre competi, desde a época do meu pai (Picuruta). É um prazer enorme, sempre aprendendo, evoluindo. Fiquei super feliz, representando o meu pai, que está nas Maldivas”, afirmou o competidor, de 28 anos.

Na master, para atletas com mais de 35 anos, Tekinho do Tombo foi o melhor, mesmo confessando que não gosta de competir. “Vim mais para rever amigos, participar da festa e o Amaro insistiu para eu competir. Acabou dando certo”, disse o surfista, que completa 50 anos no próximo dia 12. Ricardo Pupo foi o segundo, com Binho Hanada em terceiro e Pedro Ivo em quarto.

No SUP Wave, Leco voltou ao mar e saiu na frente com um 8,33, parecendo eu levaria outra categoria. Mas Luiz Diniz iniciou a reação. Precisava de 9,43 para virar e tirou 9. Depois, no finalzinho, arrancou um 8,40, surfando até a beira, para marcar 17,40. Leco ficou segundo, com Welington Reis em terceiro e Wallace Morris em quarto. “Graças a Deus foi tudo certo. Tive calma e consegui surfar bem”, disse Luiz.

Se no ano passado, Matheus Mariano foi campeão júnior sem vencer etapa, desta vez, ele mostrou seu potencial. Abriu a bateria com um 6,5 e ao ser ameaçado por Alax Soares liquidou o placar com um 7,6. Theo Fresia foi o terceiro, com Herbert Moreno em quarto. “Tinha pressão por ser campeão, mas não quis pensar nisso. Consegui achar as melhores ondas”, falou o atual campeão.

A etapa foi encerrada com a open e Carlos Eduardo, de volta aos campeonatos não deu chances, abrindo com um 8,6 e depois tirando um 7,43 na terceira onda. Gabriel André, vindo de vitória no Rip Curl Pro Search, no Chile, ainda chegou a assumir a ponta, mas Carlos não só recuperou a ponta como ampliou a vantagem. Marcio Pitcho foi o terceiro e Luiz Diniz, o quarto. “Estou muito feliz. Fazia tempo eu não estava competindo e agora vamos ver se volto com tudo”, vibrou o atleta de 25 anos.

Agora, os atletas aguardam a segunda e decisiva etapa nos dias 24 e 25 de setembro, na Praia do Tombo. Na ocasião também será definido o supercampeão do Rip Curl Guarujaense de Surf, numa disputa especial entre os campeões municipais (exceto estreante, feminino e SUP Wave), valendo a passagem para a Indonésia.

O Rip Curl Guarujaense de Surf é uma realização da Associação de Surf de Guarujá, com patrocínio da Rip Curl, copatrocínios da Prefeitura Municipal de Guarujá/ Secretaria Municipal do Esporte e Lazer, Ocean Travel e Qatar Airways. Apoios: Shaper Neco Carbone, New Advance, Helio Coconuts Hot Wave, Seeds of Sea Surfboards, Flex Academia, Náutica Tintas Fiberglass e Eco Print. Supervisão da Federação Paulista de Surf. Cobertura da Hardcore e divulgação da FMA Notícias.

RESULTADOS

OPEN

1 Carlos Eduardo

2 Gabriel André

3 Marcio Pitcho

4 Luiz Diniz

JÚNIOR

1 Matheus Mariano

2 Alax Soares

3 Theo Fresia

4 Herbert Moreno

MIRIM

1 Luan Hanada

2 Júnior Siqueira

3 Tarcísio Souza

4 Victor Hugo

INICIANTE

1 Gustavo Giovanardi (Praia Grande)

2 Juquinha Júnior

3 Derek Matos

4 Diego Oliveira

ESTREANTE

1 Yuri Beltrão (Santos)

2 Renan Rodrigues (Santos)

3 Arthur Goulart

4 Rian Araújo

FEMININO

1 Júlia Santos (Santos)

2 Raiana Iguchi (Indonésia)

3 Louisie Frumento

4 Erica Lima

MASTER

1 Tekinho do Tombo

2 Ricardo Pupo

3 Binho Hanada

4 Pedro Ivo

LONGBOARD

1 Leco Salazar (Santos)

2 Jaime Viúdes

3 Daniel Farias

4 Luan Xavier (Itanhaém)

SUP WAVE

1 Luiz Diniz

2 Leco Salazar (Santos)

3 Welington Reis

4 Wallace Morris

FONTE: FMA NOTÍCIAS

Share on Facebook

Notícias Relacionadas

Tags