Santos Surf 2016 - Eduardo Motta é destaque

Santos Surf 2016 – Eduardo Motta é destaque. Foto: Ivan Storti

O campeonato é santista, mas quem brilhou na 2ª etapa do Circuito Santos de Surf 2016 foi um guarujaense. Eduardo Motta, da Praia Branca, garantiu a vitória na categoria iniciante (até 14 anos), com direito às melhores notas do evento, realizado nesta sexta-feira (8), nas ondas do Quebra-Mar, no Parque Municipal Roberto Mario Santini. Num dia de sol e ondas de até 1,5 metro, a nova geração mostrou habilidade, técnica e coragem.

Mottinha, apontado como uma das grandes promessas do surf brasileiro, e atual campeão paulista mirim, não deu chances aos rivais na finalíssima, com notas 8,27 e 8,17, as duas mais altas entre todos, somando 16,44 pontos de 20 possíveis. Ainda descartou um 8 e um 7, que também seriam suficientes para não ser alcançado. No Circuito, é o único atleta com 100% de aproveitamento.

Nas outras cinco categorias, quatro vitórias para atletas “locais”, com Yuri Beltrão, na estreante (sub12), Isadora Parra, na feminina (no máximo 18 anos), Vinicius Ponchet, na mirim (limite de 16 anos) e Kim Matheus, na júnior (também até 18 anos). Já entre os caçulas da petit (10 anos para baixo), a vitória foi para Itanhaém, com Davi Jihad. Outro destaque do dia foi Roberto Alves, único surfista a disputar duas finais, com o terceiro lugar na estreante e o quarto na iniciante, além de ter uma das melhores notas da competição, oito pontos.

“Novamente acertamos com a previsão e tivemos uma competição excelente, nível técnico elevado, mostrando que estamos realizando um trabalho de base de qualidade e com direcionamento”, afirmou o presidente da Associação Santos de Surf, Marcos Andrade, o Cabeça, lembrando que em todas as etapas há o período de espera pelas melhores condições de ondas. “Sempre com o objetivo de oferecermos um cenário perto do ideal para a nova geração”, complementou.

Na primeira final do dia, a mirim, uma decisão eletrizante, com várias mudanças na liderança, entre Vinicius Ponchet, Vinicius Parra, o atual bicampeão santista, e George Alves, revelação local. A vitória veio com uma nota 5,67, bem surfada por Ponchet, filho de Marilândio Ponchet, campeão do tradicional concurso mundial Mister Universo, de fisiculturismo, e também campeão mundial da modalidade. “Estou muito feliz, tem altas ondas e por ter vencido uma categoria acima da minha”, vibrou o vencedor, deixando George em segundo, Parra em terceiro e Daniel Ferlin, em quarto. No ranking, Vinicius Parra segue líder.

Na júnior, Kim Matheus, que recentemente foi o terceiro colocado no Sul-Americano Pro-Júnior no Peru, dominou a bateria, com Thomas Mariano ficando em segundo lugar, Vitor Luiz, em terceiro, e Joao Klan, em quarto. “Estou me preparando para o título paulista e foi muito bom vencer para ter mais confiança. Estou treinando diariamente aqui no Quebra-Mar, no Centro de Treinamento da Associação, com o Pedro Souza, e evoluindo”, disse. Na classificação geral, após duas etapas, Thomas Mariano está na frente em busca de um novo título santista.

Na feminina, mais uma disputa empolgante e as meninas foram para o outside buscar as melhores ondas. Pamella Mel, de São Sebastião e apenas dez anos, saiu na frente, mas depois prevaleceu o conhecimento do pico, com Isadora Parra, sendo mais regular.

Yohana Serrat, de São Vicente, foi a terceira, seguida de Melissa Policarpo, de Guarujá, Raquel Carrico e Gabriela Andrade. “As condições estavam muito difíceis, mas consegui me superar. Foi muito legal, porque a categoria feminina está crescendo, novas meninas competindo. Foi difícil, mas valeu a pena”, disse a vencedora e líder do ranking.

Na estreante, Yuri Beltrão, dono do melhor resultado santista nos últimos anos, com o título paulista da petit em 2014, mostrou superioridade em toda a disputa, ratificando a vitória com uma nota 6,17. Renan Rodrigues foi o segundo, Roberto Alves o terceiro (mantendo a liderança da classificação), Gabriel Eustáquio, de São Vicente, o quarto e Noa Porte, o quinto. “Foi muito legal vencer em casa, com ondas assim. O Centro de Treinamento da Associação está me dando a oportunidade de me preparar bem”, comentou.

Mesmo com ondas grandes, os pequenos surfistas da petit foram para o mar e garantiram boas atuações. Davi Jihad ficou feliz com seu desempenho. “Foi um pouco difícil surfar lá, mas muito legal”, festejou o atleta de nove anos, deixando em segundo lugar Daniel Duarte, de Bertioga, Ewerton Freitas, de Guarujá, em terceiro, kauê Ribeiro, de Praia Grande, em quarto, e Davi dos Santos, mais um talento bertioguense, em quinto. Na pontuação geral, Davi e Daniel estão empatados na ponta.

Na última final do dia, o principal show. Eduardo Motta começou com um 7, depois um 8. Mesmo com a liderança tranquila, voltou para o outside e numa nova onda, com uma rasgada e uma batida na junção, aumentou seu score, com um 8,17, até então a melhor do dia. Antes de terminar, mais uma onda bem trabalhada, primeiro para a esquerda, depois para a direita, para subir a pontuação, com 8,27.

“Estava bem difícil, mas peguei as duas primeiras boas e fiquei esperando para melhorar. Valeu a pena competir em Santos para ganhar ritmo. Estou bem feliz”, falou Eduardo Motta, que agora embarca para a Indonésia. O segundo lugar ficou com Kauê Tobias, de Itanhaém, com Gustavo Giovanardi, de Praia Grande, em terceiro e Robertinho Alves, em sua segunda final, terminando em quarto.

NOVAMENTE EM JULHO – A 3ª e última etapa do Circuito, marcada iniciante para o período entre 27 de agosto e 4 de setembro, será antecipada para este mês. “Vamos aproveitar as férias da garotada e em razão da Olimpíada e do calendário da Federação Paulista, decidimos abrir a nova janela de espera de ondas no dia 20. Assim, ainda em julho vamos definir a equipe santista que vai disputar o Circuito Paulista”, explicou Marcos Andrade.

Em cada etapa, os quatro melhores colocados de cada categoria recebem troféus, medalhas e kits oferecidos pelos apoiadores. Os atletas residentes/radicados em Santos que somarem o maior número de pontos nas três disputas serão declarados campeões do Circuito, garantindo vagas para a equipe que representará a Cidade no Circuito Paulista Hang Loose (com todas as despesas custeadas pela ASS). Já os surfistas de outras cidades receberão as premiações das etapas.

O Circuito Santos Surf 2016 tem os patrocínios de Grupo Mendes, Colorado Jeep e Grupo NRSports, através de projetos aprovados pelo Programa Municipal de Incentivo e Apoio ao Esporte (Promifae), da Secretaria Municipal de Esportes de Santos. Apoios de Zampol Surfboards, Fuwax, Surf Trunk, Rubber Sticky, Okumura Temakeria, TV Tribuna, FMA Notícias, Ph3, MSContent e Fupes.

RESULTADOS DA 2ª ETAPA

MIRIM

1 Vinicius Ponchet

2 George Alves

3 Vinicius Parra

4 Daniel Ferlin

JÚNIOR

1 Kim Matheus

2 Thomas Mariano

3 Vitor Luiz

4 João Klan

FEMININA

1 Isadora Parra

2 Pamella Mel (São Sebastião)

3 Yohana Serrat (São Vicente)

4 Melissa Policarpo (Guarujá)

5 Raquel Carrico

6 Gabriela Andrade

ESTREANTE

1 Yuri Beltrão

2 Renan Rodrigues

3 Roberto Alves

4 Gabriel Eustáquio (São Vicente)

5 Noa Portes

PETIT

1 Davi Jihad (Itanhaém)

2 Daniel Duarte (Bertioga)

3 Everton Freitas (Guarujá)

4 Kauê Ribeiro (Praia Grande)

5 Davi dos Santos (Bertioga)

6 João Vitor

INICIANTE

1 Eduardo Motta (Guarujá)

2 Kauê Tobias (Itanhaém)

3 Gustavo Giovanardi (Praia Grande)

2 Roberto Alves

RANKING APÓS 2 ETAPAS

MIRIM

1 Vinicius Parra – 1.810

2 Daniel Ferlin – 1.458

3 Enzo Ranciaro – 1.312

4 Alan Gabriel – 1.062

JÚNIOR

1 Thomas Mariano – 1.556

2 Vitor Luiz – 1.341

3 Pedro Horn – 1.062

4 João Klan – 1.011

FEMININA

1 Isadora Parra – 1.900

2 Pamella Mel (São Sebastião) – 1.556

3 Yohana Serrat (São Vicente) – 1.539

3 Melissa Policarpo (Guarujá) – 1.539

ESTREANTE

1 Roberto Alves – 1.810

2 Renan Rodrigues – 1800

3 Yuri Beltrão – 1.729

4 Noa Portes – 1.466

PETIT

1 Davi Jihad (Itanhaém) – 1900

1 Daniel Duarte (Bertioga) – 1.900

3 Everton Freitas (Guarujá) – 1.539

3 Kauê Ribeiro (Praia Grande) – 1.539

INICIANTE

1 Eduardo Motta (Guarujá) – 2.000

2 Gustavo Giovanardi (Praia Grande) – 1.539

3 Vinicius Parra – 1.466

4 Roberto Alves – 1.385

(FMA Notícias)

Share on Facebook

Notícias Relacionadas

Tags