Raoni Monteiro foi a baixa brasileira do dia, três brasucas ainda estão na competição

Faltou tubo, mas sobrou show na terceira fase do Quiksilver Pro Gold Coast, primeira etapa do World Tour, que rola e, Snapper Rocks, na Austrália.

 

Dos quatro brasileiros que estavam na briga, três avançaram para a próxima fase: Adriano de Souza, o Mineirinho, Heitor Alves e Miguel Pupo. A baixa brasuca foi o carioca Raoni Monteiro.

 

O primeiro a se classificar foi Mineirinho, que venceu a terceira bateria do dia, contra o prodígio norte-americano Kolohe Andino. A disputa foi acirrada, mas Mineirinho não se deixou intimidar pelo garoto-prodígio, fez a melhor nota do confronto, 7,57, e levou a melhor com o placar de 14,07 a 12,74.

 

Heitor Alves também mandou muito bem na bateria que disputou contra o francês Jeremy Flores.  O cearense venceu a adversário por 15,07 a 12,84 e agora tem uma peneira pela frente, vai enfrentar o 11 vezes campeão mundial Kelly Slater.

 

O paulista Miguel Pupo enfrenta pela primeira vez a Gold Coast pelo World Tour, mas não pereceu um estreante frente ao local Mick Fanning. O brasileiro pegou 13 ondas, contra apenas cinco do adversário, Miguel somou 7,60 e 5,07 nas melhores ondas e conseguiu se manter na competição.

 

Raoni Monteiro não teve a mesma sorte, apesar de ter a torcida a favor dele na nona bateria, ele não conseguiu superar o sul-africano Jordy Smith e acabou eliminado da competição.

 

 

Quarta fase do Quiksilver Pro Gold Coast

 

1 Owen Wright (Aus), Josh Kerr (Aus), Adriano de Souza (Bra)

2 Michel Bourez (Tah), Heitor Alves (Bra), Kelly Slater (EUA)

3 Joel Parkinson (Aus), Miguel Pupo (Bra), Jordy Smith (Afr)
4 Julian Wilson (Aus), Adrian Buchan (Aus) Taj Burrow (Aus)

 

Aloha!

Share on Facebook

Notícias Relacionadas

Tags